Polonês: mais uma bizarrice gastronômica

França Paris
O pessoal da faculdade de Alessandro, no restaurante Polonês

Inventamos de jantar num restaurante polonês, com o pessoal da faculdade de Alessandro. Foi invenção mesmo, pois quando todo mundo chegou na porta, quase desistiu, pois era bem bueral. Mas na falta de opção, acabamos entrando assim mesmo.

A dona (que também era a garçonete e, se duvidar, a cozinheira) era uma pessoa estranha. Não é nem que ela fosse antipática, mas era meio enrolada, pois agia como se o restaurante tivesse cheio. E só tinha a gente.

Quer dizer, isso até chegarem uns 15 punks, que vieram direto da Dark-Emo-lândia, só pode. Mas considerando todo tipo de coisa bizarra que eu já vi na Europa, dá até pra considerar aquilo uma reunião familiar ou um happy hour.

Os nomes dos pratos eram em polonês e a mulher explicava em francês (ou quase isso). Depois de muita dúvida pra escolher, acabei pedindo um estrogonofe, pois era a unica coisa que eu conseguia entender o que era. Só depois me liguei que eu tinha comido isso no almoço.

Essa é a parte da roleta russa que acontece quando você está num país estranho. Metade do povo não gostou do prato que pediu. Ainda bem que pelo menos tinha a entrada pra compensar. No meu caso, eu preferia o estrogonofe que eu mesmo fiz.

Anúncios

~ por Emannuel em [ janeiro 26, 2008 ].

Uma resposta to “Polonês: mais uma bizarrice gastronômica”

  1. o restaurante era muuuito ruim, a comida era ruim, o lugar era feio e o atendimento era lerdissimo! mais nunca volto a li, heheeheh

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: