Enfim, alguém trabalha

França Paris
Alessandro e Nicolas, provavelmente perdendo a paciência

Para os que ainda não acreditam, eis a prova: Alessandro realmente trabalha.

Hoje comecei o dia fazendo uma visita à universidade dele, onde encontrei o pessoal que eu conheci no restaurante polonês. Mas o real motivo da visita foi para almoçar com eles no restaurante universitário, coisa que eu já devia ter feito antes.

Marquei com ele lá as 11h45 mas, como era de se esperar, as 11h30 eu ainda tava em casa. Como eu já tinha olhado mais ou menos o caminho ontem, saí de casa correndo pra dar tempo. Depois de 5 minutos correndo, percebi que tava na rua certa, mas tinha ido no sentido contrário.

Voltei correndo mais ainda, e percebi que a resistência física que eu tinha no mês passado já foi pro espaço. Peguei o mapa e saí cortando caminho, pra ver se não me atrasava tanto. Fiquei me sentindo um morador nativo quando descobri que escolhi exatamente os atalhos que Alessandro pega todos os dias.

Depois de dias procurando lugares pra almoçar e gastando pelo menos 12 euros em cada, almocei decentemente hoje por apenas 2,51. Agora tô começando a entender como os estudantes lisos sobrevivem em Paris.

Anúncios

~ por Emannuel em [ janeiro 28, 2008 ].

Uma resposta to “Enfim, alguém trabalha”

  1. alguém vai morrer por ter colocado essa foto, ahhahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: